31.1.14

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS



Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Páginas: 478
Avaliação:      

Encantador e Fascinante!

Esse foi um dos primeiros livros que li logo que comecei a me encantar por leitura e confesso que na primeira vez que li não soube absorver o conteúdo maravilhoso que ele tem.

Em primeiro lugar tenho certo fascínio por histórias sobre nazismo e essa história é de arrepiar, não porque a morte é a narradora, mas pela crueldade do ser humano.

A releitura desse magnífico livro me proporcionou muitas emoções, tinha momentos que eu ria, outros ficava boquiaberta ou com lágrimas nos olhos. Impossível não se encantar com a Liesel, uma garotinha que em seu período pré adolescente é obrigada a amadurecer antecipadamente diante das situações trágicas que a confrontaram, mas em meio a tudo encontra formas de abstrair da realidade, uma delas é "roubar livros", outra é desenvolvendo lindas amizades e aprendendo o significado do amor.

"Uma coisa a dizer sobre Liesel Meminger, era que seus roubos não eram gratuitos. Ela só furtava livros com base no que sentia necessidade em tê-los."


A história se passa entre 1939 e 1943, Liesel foi levada para a rua Himmel, lugar onde passou a viver com seus pais adotivos Hans e Rosa Hubermann, que de fato não viviam uma vida de luxos, mas acolheram a pequena garotinha com muito afeto, logo é apaixonante o relacionamento entre Liesel e Hans e engraçado as termologias utilizadas para xingar.

Saumensch usado para as mulheres e Saukerl para homens, mas não vou contar o significado, assim você fica curioso e lê o livro, porque vale muito a pena. Os xingamentos do livro são tão frequentes que em minha rotina me peguei querendo xingar, vá se ferrar seu saumensh! 

Impossível um leitor não se apaixonar pela Liesel, ela descobriu o fascínio que é ler e por ter poucos livros e estar aprendendo a ler, relia muitas e muitas vezes seus livros ganhados ou roubados. Eu entendi que em meio a situação trágica de sua vida ela utilizou os livros como uma forma de escape.

"Fitando as letras da capa e tocando o texto impresso na parte interna, ela não fazia a menor ideia do que o livro dizia. A questão é que o assunto do livro não tinha mesmo importância. O mais importante era o que ele significava."

"Quanto à menina, ela sentira um desejo repentino de lê-lo, que nem sequer tentara entender. Qualquer que fosse a razão, sua ânsia de ler aquele livro era tão intensa quanto qualquer ser humano de dez anos seria capaz de vivenciar."

Os livros se tornavam memoriais em sua vida e a relação que ela desenvolveu com os livros é linda. 

O livro contém algumas ilustrações muito fofas e que emocionam por ter sido feita exclusivamente para a pequena Liesel por um amigo muito especial, essa foi uma das partes que eu mais gostei e que mais me emocionou.

Até mesmo a morte parou para contar a história de vida dessa garotinha, e quando li a última frase do livro, não tive dúvidas que daria 5 estrelas. Adorei saber que o livro tenha sido adaptado e resolvi fazer a resenha bem no dia da estréia do filme em homenagem, quero muito assistir e acredito que será impossível não chorar.

Se você ainda não leu, então não pode deixar de incluí-lo em sua listinha, é lindo, emocionante, divertido, repleto de valores sobre amizade e desperta o nosso lado humano mediante a tanta pobreza de espírito que houve na época.

12 comentários :

  1. esse é um dos livros que eu costumo dizer que devem ser apreciados
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é lindo e poético, enxerguei muita beleza nele.
      Bjinhu

      Excluir
  2. Esse livro é muito bom ♥
    O filme também é maravilhoso, ficou muito bem feito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ambos são super bem feitos! Vale a pena ler e assistir.
      Bjinhu

      Excluir
  3. Esse livro é bom mesmo, merece zilhões de estrelas <3
    O filme também, captou a essência do livro, o elenco afiadíssimo, tudo maravilhoso *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zilhões Tetralhões Megalhões. rsrsrs

      Excluir
  4. Eu tentei ler esse livro a um tempo e abandonei bem no início. A leitura não estava fluindo e deixei pra lá.
    Pretendo ver o filme, caso eu goste da história tento ler novamente =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Biel, quando eu li na primeira vez também fiquei entediada, mas vale a pena você dar mais uma chance, é tão lindo. *.*
      Bjinhu

      Excluir
  5. Oiii Luh tudo bom contigo?
    È claro como maninhas de leitura tb me interesso por assuntos como nazismo e guerras etc. Confesso que tenho esse livro há um temopão mas até hoje não tive coragem de ler, acredita?!
    Já ouvi muita gente falando bem e mal do livro e alguns amigos meus que abandonaram a leitura... Ai sempre fico com um pé atrás. Mas sua resenha me animou bastante e estou pensando seriamente em dar uma chance pra esse livro, até pq tb estou curiosa para ver o filme... Já viu a capa nova? È linda!!!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi maninha, tudo fica melhor ainda quando você comenta aqui. rs
      Não acredito que tem o livro e não leu, é cansativo mas vale a pena, dá uma chance pro bichinhuuu. rs
      Não costumo gostar de capas de adaptações, mas essa tá lindérrima.

      Bjinhu

      Excluir
  6. Oii. Concordo com você. Esse livro tem que ser lido pelo menos 2 vezes, na primeira vez que eu o li, não gostei muito, e só conseguir apreciá-lo de verdade quando o reli.

    Beijos
    http://viva1livro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim diria até mais vezes. rsrs
      Eu também gostei muito mais da segunda vez.
      Bjinhu

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...