12.8.13

A MENINA QUE SEMEAVA



Autor: Lou Aronica
EditoraNovo Conceito
Páginas: 416
Avaliação: 

" A Imaginação cria coisas infinitas."

Logo quando soube desse lançamento achei a capa super linda, mas fui apenas me interessar pelo livro quando soube que mesmo sendo um sick-lit que não é um gênero que costuma me prender, também continha uma forte abordagem de fantasia, e foi por esse motivo que adquiri o livro.

A Menina que Semeava é narrado em terceira pessoa e ao meu ver não existe uma ênfase em somente um personagem, o início até é um pouco confuso, porque vamos conhecendo vários personagens, e fica indo e voltando entre real, imaginário, passado e futuro.

Chris Astor é pai de Becky que tem 14 anos. Quando ela era criança teve problema de câncer e para amenizar tanto sofrimento, pai e filha criaram um mundo de fantasia chamado Tamarish.

Além de Chris ter de sentir a dor por ver a filha com aquela doença terrível enfrentou outro tipo de problema que afetou muito sua vida e seu relacionamento com a filha e quando achou que tudo tinha se estabilizado, eis que surge outra rasteira da vida. 

Uma vida cercada de altos e baixos de passos firmes e tropeços. 

Poderia uma fantasia infantil tornar-se realidade? E um mundo imaginário criar uma fusão com o mundo real? E existir um ligação envolvendo uma missão entre eles?

***

A parte da fantasia eu senti que de certa maneira é até sugestiva, pois cada pessoa tem um limite de imaginar, e a frase que retirei do livro e está acima que diz: "A imaginação cria coisas infinitas", é bem específica na minha interpretação do livro. O autor quis brincar com a mente do leitor, ou melhor, com a sua imaginação. Essa intenção dada pelo autor é um tanto quanto inteligente e interessante, porém como eu sou muito fã de fantasia, achei a descrição dos fatos muito superficial e infantil. Eu tinha a impressão de estar assistindo aqueles filmes de sessão da tarde, reforço que somente na questão do mundo de fantasia, porque achei forte na questão da realidade.

Muitas vezes a realidade é tão dura, e graças a Deus minha vida é ótima, porém teve um dia que eu até brinquei e disse que queria ir para Tamarish, porque afinal todos nós seres humanos temos um dia que desejamos fugir para um lugar imaginário, não é mesmo? E quando é necessário ter de aprender a lidar com uma doença como o câncer?

Não que seja uma regra geral, mas tenho dificuldade de gostar de livros que tenham drama, que falem de doenças, problemas familiares, sofrimento e dor, achei que a parte de fantasia iria se sobrepor a esses fatores, porém não foi o que eu senti ao ler. 

O livro me fez lembrar de dois filmes, Um faz de conta que acontece e A vida é Bela, diria que é até mesmo uma fusão dos dois filmes.

Para quem gosta de drama e de livros que fazem refletir na vida eu super recomendo. 

12 comentários :

  1. Oi flor, tudo bem?
    Eu achei a capa lindíssima, mas ainda n me interessei. Vou ler os livros que ainda estão na minha listinha e aí quem sabe leio esse!

    Gostei da sua resenha!

    Bjoooos

    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito dessa capa, gostava muito de ter o livro. Beijos

    http://passionforbooks1.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse livro. Me identifiquei com a Becky em algumas situações e isso colaborou muito. Também achei o começo confuso, mas depois que tudo ficou claro, eu amei =D

    www.resenhasealgomais.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Luuh, gostei da sua resenha e como ja havia lhe falado, não resisti e comprei o livro. A capa é lindíssima e me emocionei só de ler a sinópse. Gosto dessa pegada mais drama que os sick-lit tem e claro amo fantasia.
    Que pena que vc não gostou tanto. Pretendo ler em breve, ai te conto o que achei hehe
    Espero gostar.

    Beeeijos ;)

    ResponderExcluir
  5. eu tinha uma visão distorcida desse livro, mas depois de ler algumas resenhas, incluindo a sua e uns quotes da editora, fiquei
    bem interessada no livro e coloquei na lista de desejados
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Luh! Eu adorei essa capa e fiquei super interessada na história! Que pena que você não gostou tanto assim :/
    Espero conferir logo!
    Beijos, Lis.
    ourbooksontheshelf.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Luh, eu já ia ler esse livro de qualquer jeito a sinopse é boa e a capa lindíssima, e depois de ler sua resenha tive a certeza que vou ter uma ótima leitura com ele, adoro esse gênero fantasia!!!
    Bjinhos!
    Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  8. Oi Luh, brigadinha pela visita viu?!
    Amei seus comentários!!
    Ah, faz isso sim, fiquei curiosa p saber q filmes vc tem visto!
    Duas coisas q amo: livros e filmes!!!

    Bjoooooooooooos

    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. eu adoro a capa desse livro! e sou super curiosa para lê-lo :D adoreei a sua resenha! \o

    Beijos!
    http://meuvicioliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Huum interessante o livro, adorei a resenha.
    E seu blog esta lindo!Parabéns.
    Estou passando tb para te convidar para participar de uma super promoção de niver do meu blog, corre lá...

    http://livrosumapaixao.blogspot.com.br/2013/08/parabens-para-mimm.html

    Abç!!

    ResponderExcluir
  11. Adorei a sinopse do livro e adorei sua resenha. Muito interessante: uma mistura de sick lit com literatura fantástica e drama. Tem que ser um escritor completo para ser capaz de fazer toda essa mistura. Não sou muito fã de sick lit, mas o livro me conquistou pela forma como o pai usa a fantasia para tornar o mundo conturbada da filha em algo mais suave.

    Parabéns!!!

    Adriana Medeiros - minha Velha estante
    minhavelhaestante1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. EU li esse livro e ele é simplesmente maravilhoso, derramei muitas lágrimas durante a história, achei bem interessante os temas que o Lou trabalha nele: As consequências do divorcio e o sofrimento de um canceroso . Fiquei mega apaixonada por Tamarisk, já que a minha cor preferida é azul!!

    meudiariojk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...